<>

Bem-vindo

Bem-vindo ao sítio do Agrupamento de Escolas José Afonso, de Alhos Vedros.

Aqui terá acesso a várias informações, em constante atualização, sobre as escolas que integram o Agrupamento.

 Agradecemos a sua visita!

Procedimento Concursal de eleição do(a) Diretor(a) do Agrupamento de Escolas José Afonso

Lista de candidatos admitidos

Eleição

Aviso de abertura

Regulamento do procedimento concursal

Requerimento

 

Liberdade

25 - Abril de 1974

“ A Poesia está na Rua”

O poema é a liberdade

Sophia de Mello Breyner

 Portugal celebra, no próximo dia 25 de abril de 2017 a quadragésima terceira madrugada em Liberdade!

 “ Não sei se a História tem um fio se

não tem. Mas já de Santarém partiu

o capitão. De negro vem vestido

em cima da Chaimite. Ouves? É o trote

das lagartas. Cavalos e cavalos.

(…)

Verás florir o Tempo. E as armas

desabrochadas: às três da madrugada.”

                                             Manuel Alegre

 Às vezes é preciso ter coragem para “ partir a loiça” utilizando uma expressão do agrado do Capitão de abril, Salgueiro Maia.

 Liberdade resgatada, porque os homens e as mulheres de Portugal acreditaram.

Acreditaram, que apesar dos sacrifícios varados, da censura do lápis de um azul nada celeste, apesar da mordaça que sufocava no peito as palavras verdadeiras abrigadas nas asas da quimera, um dia pomba branca a voar livre, apesar de cada tortura infligida pelas forças da ordem, de cada soldado caído no Ultramar, apesar das lágrimas sentidas, duras, doídas, apesar do emigrante que “de assalto” corre perigo porque é obrigado a deixar a terra que o viu nascer, porque precisa, porque “o sonho comanda a vida …” e desse sonho, feito esperança de ferro e aço, daquela mesma força que abençoa cada ser na hora de vir ao mundo, dessa força feita vida e justiça, renasceu a Liberdade, vestida de vermelho, sangue dos que lutaram, verde, da esperança, qual projétil veloz e imparável…

Toda a escola, o Agrupamento, celebra esta data, que alguns meninos associam a um abençoado feriado, em tom de brincadeira… é bom ser-se criança, jovem, e sê-lo em liberdade!

O dia 25 de abril terá, forçosamente, de ser mais do que um feriado, por isso, celebramos o mesmo com acrescida responsabilidade pedagógica e de construção de uma consciência cívica e política de carater imperativo e fundamental para a preservação da memória histórica e de todos os valores inerentes à palavra LIBERDADE, muito mais do que ela própria, substantivo feminino, fica-lhe bem a imagem da que “dá à luz”, da madrugada que vê nascer um outro país e “ escrever verdade sem outra mistura”.

25 de Abril

“ Esta é a madrugada que eu esperava

O dia inicial inteiro e limpo

Onde emergimos da noite e do silêncio

E livres habitamos a substância do tempo.

Sophia de Mello Breyner Andersen

 As Palavras

 “ São como um cristal,

as palavras.

Algumas, um punhal,

um incêndio.

Outras,

orvalho apenas.”

Eugénio de Andrade

No presente ano letivo pensámos recordar e festejar abril, através de imagens, de origem diversa, de símbolos e sua significação.

Os alunos recolheram inúmeras imagens com registos da época, capas dos primeiros jornais… reviveram através do seu trabalho o espirito de abril, expondo no polivalente um caleidoscópio de cores, imagens, símbolos e palavras de ordem.

A revolução cobre Portugal de vivas cores e novas formas, através de murais, cartazes e autocolantes, um autêntico arco-íris que queria contrastar e cortar em definitivo com o “cinzento” do Estado Novo. É a continuação da política por outros meios.

Uma revolução precisa de símbolos de sinais envergados pelos seus apoiantes, que lhes permitam uma afirmação de adesão e um sentimento de comunhão nos mesmos ideais. Os símbolos não são meras simplificações gráficas, mas reflexos mais ou menos precisos dos movimentos políticos ou sociais que representam.

O primeiro símbolo do 25 de abril é o cravo vermelho, ele encontra total correspondência com os objetivos do movimento militar. Ao lado dos cravos surgem punhos fechados, pombas brancas, fatos-macacos, foices e martelos, bandeiras vermelhas, cartolas capitalistas, símbolos industriais, armas no ar …

O cravo é pois o princípio de uma torrente de símbolos gráficos que desaba sobre o país em resultado da euforia libertadora, primeiro, e da acesa luta política, depois. Essa simbologia é transmitida através de pinturas murais, estandartes, faixas, cartazes, emblemas, autocolantes, panfletos, objetos de uso corrente (canecas, copos tornados utensílios evocativos, selos) e tudo o resto que a imaginação permitia. O exercício da liberdade de expressão faz-se sem normas, limitações ou constrangimentos

Não basta fazer nascer, ou renascer, é preciso cuidar desta flor que desabrochou em abril, uma conquista em movimento eterno. Cuidar com amor, carinho, dedicação, perseverança, intervenção e combatividade, já dizia o poeta, “ antes quebrar que torcer “.

“ não me digas que nunca sentiste

uma força a crescer-te nos dedos

e uma raiva a nascer-te nos dentes. “

                                        Sérgio Godinho

 Ao investirmos na formação e educação das futuras gerações, estamos a tratar dessa flor, pois só o conhecimento nos humaniza e nos eleva acima do egoísmo, da hipocrisia e da tacanhez que nos empurra para a escuridão.

Mas, é abril!!, falemos da Liberdade, da Luz, da Razão e do Conhecimento, do Humanismo, da Poesia e dos Poetas, das Canções e dos homens e mulheres que fizeram abril acontecer.

 “ Disse a primeira palavra

na madrugada serena

um poeta que cantava

o povo é quem mais ordena “

                               Ari dos Santos

 

 

Semana da Leitura

 

Provas de Aferição / Provas Finais / Provas de equivalência à  frequência

Despacho nº1-A/2017

Calendário Provas Externas

Informações Prova IAVE

 

Atividade de controlo IGEC - Organização do ano Letivo 2016/2017

Consulte aqui o relatório da atividade>>

 

Plano da contingência da Gripe

Clique na imagem para aumentar

 

Jornal o Zequinha nº10


Orçamento Participativo das Escolas

Informação 1

Informação 2

Informação 9

Despacho n.º 436-A/2017

Mais Informações aqui

 

 

Sala de Estudo Virtual

 

Auto da Barca do Inferno visto pela turma do 9ºE

 

Critérios Gerais de Avaliação

Consulte aqui os Critérios Gerais de Avaliação

Informa-se que os perfis de aprendizagem específicos estão disponíveis para consulta junto dos Diretores de Turma

 

Concursos pessoal não docente

Consulte aqui as informações dos concursos a decorrer

 

 Concursos docentes

Consulte aqui as informações dos concursos a decorrer

 

Apresentações das reuniões com os Encarregados de Educação

Reunião com os E.E. dos alunos do Pré-escolar e 1ºCiclo

Reunião com os E.E. dos alunos dos 2º e 3º ciclos

Apresentação Projeto TASSE

Associação de Pais:

Apresentação

Manual Representantes de turma

Mapa de atividades

 

Manuais Escolares 2016/2017

A lista de manuais escolares adotados no Agrupamento pode ser consultada aqui:

Sistema de Informação de Manuais Escolares (SIME)

Mais se informa que os manuais para os estudantes do 1º ano do 1º ciclo do ensino básico são distribuídos gratuitamente pelo Agrupamento, não estando incluída nesta oferta os livros de fichas.

 

GIAE

Informam-se os Encarregados de Educação que se iniciou na Escola EB José Afonso a implementação do Sistema de Gestão Integrada para a Administração Escolar (GIAE), que tem como principais objetivos evitar a utilização de dinheiro nos diversos serviços escolares e o controlo de acessos à escola.

Este sistema funciona através de um cartão de proximidade que permite ao utente da comunidade escolar o acesso a vários módulos, nomeadamente: portaria, bufete, papelaria, refeitório e reprografia.

Na perspetiva de podermos disponibilizar mais informação e de facilitar o acompanhamento da vida escolar dos Vossos educandos, está implementado o modulo do serviço do GIAE – On Line, em https://www.giae.pt/ ou clicando na imagem abaixo.

Esse serviço permite consultar informação sobre:

·         Saldo do cartão;

·         Consulta de extrato discriminado por dias e setores;

·         Consulta de ementas;

·         Marcação de refeições;

·         Refeições consumidas;

·         Movimentos da portaria (entradas e saídas).

Para aceder a esta informação deverá utilizar os códigos que distribuídos pelos Diretores de Turma, nas reuniões com os Encarregados de Educação e nas horas de atendimento.

 

 

Jornal o Zequinha nº9

 

Clube de Alimentação e Exercício Físico

Foi criada uma nova secção na página do Agrupamento - Clube de Alimentação e Exercício Físico. Pode ser consultada aqui>>.

Bibliotecas Escolares

Informa-se que já está disponível o site das Bibliotecas escolares do Agrupamento - À Volta dos Livros. Pode ser consultado aqui>>>

Estatuto do Aluno e Ética Escolar

Estatuto do Aluno e Ética Escolar